BLOG

Ter um rosto mais harmônico virou moda entre celebridades e muita gente comum que busca um rosto mais bonito e jovem. É por isso que a harmonização facial ganhou os holofotes nos últimos tempos.  Afinal, ninguém quer ter mais papada, olheiras, linha de expressão ou um queixo que não combina com o rosto.
A harmonização facial é o nome dado ao conjunto de procedimentos usados para rejuvenescer o rosto de homens e mulheres através de procedimentos minimamente invasivos. Essa técnica promete mudar os traços e tratar o envelhecimento facial, caracterizado pela perda da elasticidade da pele, queda dos tecidos, músculos e gordura. É eficaz também para melhorar a projeção do queixo e da mandíbula, procedimento procurado por boa parte dos homens.
A técnica é uma forma de deixar a face com simetria, resultando em uma harmonia. Para determinar qual tratamento deve ser aplicado, o médico faz uma análise das proporções faciais  e indica quais áreas estão em desarmonia e qual o procedimento irá deixar os rosto mais equilibrado e proporcional. Geralmente, são aplicados preenchimentos de ácido hialurônico, que ajuda a sustentar e formar colágeno, e toxina botulínica, o Botox, essencial para relaxar os músculos e reduzir rugas.
No entanto, a harmonização facial requer cuidados, principalmente com relação a exageros, afinal, o objetivo é harmonizar o rosto do paciente e não simplesmente alterá-lo. Por causa da grande procura, pessoas que não só habilitadas estão realizando harmonização facial sem conhecimento técnico sobre os produtos utilizados. Por isso, é importante procurar um médico de confiança.

Riscos

Os riscos mais graves ligados aos procedimentos de harmonização facial estão relacionados a aplicação incorreta dos produtos. Caso o ácido seja aplicado no lugar errado ou em quantidade acima da permitida, pode haver complicações. Um procedimento mal feito pode causar lesões de difícil reparação. Além disso, os resultados podem ser decepcionantes, o que acaba produzindo uma imagem negativa da técnica e a frustração do paciente.

O que mais pode dar errado

Toxica Botulínica: pode alterar as expressões faciais de forma negativa, passar para áreas vizinhas, causando problemas;
Preenchedores temporários: podem causar necrose se um vaso for atingido na aplicação;
Preenchedores definitivos: podem causar reação do organismo.

O médico é capaz de realizar uma rigorosa avaliação para indicar corretamente os procedimentos adequados, solicitar exames se necessários e identificar outras questões que possam resultar em problemas como manchas, assimetrias faciais temporárias e lesões neutrais e/ou vasculares irreversíveis. Tome muito cuidado com as promessas e os antes e depois: resultados milagrosos não existem! Busque segurança e qualidade. O médico prioriza a saúde, o bem-estar e a beleza do paciente.

0 Comentários